blog.jpg
Imagem Vertical

Varizes, como se tratam?

Tratar das varizes é obrigatório e isso pode ser conseguido sem dor. As varizes afetam cerca de 40% das mulheres e 25% dos homens e podem tornar-se num problema médico grave. Descubra como porque surgem e como se tratam.

As varizes estão relacionadas com diversos fatores, como a idade, o género sexual (o feminino é mais propenso), situações de gravidez ou até hereditárias. Também a obesidade, traumas físicos, níveis ou hormonais ou o facto de se passar muito tempo de pé, podem contribuir para que as varizes se desenvolvam. A explicação para a sua existência está no mau funcionamento das válvulas das veias. Quando estas não se fecham, o sangue que deveria ir para o coração volta para trás e gera o chamado retorno venoso. As veias tornam-se, assim, mais dilatadas e tortuosas.

As varizes são bem visíveis e estão normalmente associadas a certos sintomas e incómodos: dores, cãibras, cansaço, sensação de peso nas pernas ou algum formigueiro e inchaços, podem acompanhar o seu aparecimento. As varizes podem também estar presentes e não existirem quaisquer sintomas. No entanto, quando estes surgem é importante prestar-lhes atenção porque poderão evoluir para situações de inflamação, formação de trombos (trombose venosa profunda), úlceras de perna ou hemorragias.

Existe solução para as varizes, desde logo, o tratamento médico: este assenta essencialmente no uso de meias elásticas para alívio das pernas e medicação complementar. Outro tipos de tratamento requerem uma abordagem cirúrgica.

Um médico especialista poderá avaliar a sua situação e ajudar a escolher a opção mais adequada para cada caso, em função da causa e da extensão do problema. De qualquer modo, existe sempre uma solução para as suas varizes e não tem necessariamente de ser dolorosa ou complexa. 

Fontes (22/09/2022):
https://www.hospitaldaluz.pt/pt/saude-e-bem-estar/varizes-como-se-tratam

quarta-feira, 28 setembro 2022 10:05
Como e porque se formam as nódoas negras?

Como e porque se formam as nódoas negras?

Uma equimose, vulgarmente conhecida por nódoa negra, é o resultado da rutura de pequenos vasos capilares em virtude de um choque ocorrido. Conheça a razão porque estas se formam e o que fazer para as evitar.

siga-nos nas redes sociais

Fale Connosco

Contacto
info@stada.pt
pharmacovigilance@stada.pt
+351 211 209 870